Como tratar manchas na pele com Luz Intensa Pulsada – LIP. Saiba mais sobre o assunto.

Como tratar manchas na pele com Luz Intensa Pulsada – LIP

A LIP é uma luz de forte intensidade produzida pelo mesmo aparelho de LASER, contudo ela não é propriamente uma luz de LASER. Enquanto o LASER tem um único comprimento de onda (é monocromático), a LIP é policromática (vários comprimentos de onda), precisando a utilização de filtros para modular a faixa destes comprimentos, modificando assim a sua penetração e consequentemente sua ação para cada tipo de tratamento. Além dos filtros, os tipos e durações dos disparos da luz são muito importantes e necessitam de conhecimentos técnicos específicos e de experiência profissional.

Filtros para LIP
Ponteira de LIP

 

Essas características transformam a LIP numa ferramenta com diversas utilidades, podendo ser utilizada com sucesso para tratamentos de rejuvenescimento, clareamentos de pele, depilações, Microvarizes, hemangiomas e outras aplicações.

Aqui irei abordar somente sua utilização no tratamento de manchas na pele dos membros inferiores, que na sua grande maioria ocorrem devido a problemas circulatórios.

Em primeiro lugar, temos que entender por que surgem as manchas de origem vascular na pele das pernas, tornozelos e pés.

Hemossiderina
Manchas de hemossiderina

Ao longo do tempo a pressão aumentada nos capilares venosos – que ocorre devido à diversas causas – provoca uma saída dos glóbulos vermelhos para fora destes vasos ocorrendo a sua morte à medida que saem da circulação. Os glóbulos vermelhos são ricos em hemoglobina que é rica em íons de ferro que dão a cor vermelha ao sangue. Quando ocorre a morte dos glóbulos vermelhos por terem saído da circulação (espaço extracelular ou intersticial), a hemoglobina fica retida neste espaço liberando o ferro contido nela. Uma parte dele permanece livre nos tecidos e outra é fagocitada (comida) pelos Macrófagos (células especializadas em fazer a “limpeza” do espaço intersticial). O ferro sofre então a oxidação quando recebe raios solares, dando origem a um pigmento chamado hemossiderina, responsável pelas manchas com cor de ferrugem (não por acaso).

Assim, os objetivos dos tratamentos das manchas visam de algum modo eliminar o ferro oxidado (hemossiderina) depositado na derme ou na epiderme.

Ação da LIP na hemossiderina

No tratamento com a LIP utilizando-se filtros adequados para a luz ser absorvida preferencialmente pela cor marrom (cor de ferrugem). Assim, a cada disparo, uma grande quantidade de energia liberada pela LIP é absorvida pelos pigmentos de hemossiderina. A energia absorvida a cada disparo, provoca micro vaporizações do pigmento e seu desaparecimento.

Como qualquer técnica empregada em medicina, a LIP não é um processo mágico e requer várias sessões para atingir seus objetivos.

Peles muito escuras ou bronzeadas não devem ser submetidas a este tipo de procedimento, pois a LIP nestes casos tende a ser absorvida pelo pigmento da pele, podendo provocar descolorimentos ou até queimaduras.

É comum o aparecimento de micro crostas na epiderme mesmo nos casos bem indicados e executados. Estas crostas desaparecem em poucas semanas sendo acompanhadas do clareamento da região tratada.

Lembro que complicações podem ocorrer, principalmente nos casos de indicações incorretas ou ajustes de parâmetros inadequados no equipamento. Por isso, é fundamental que seja indicada e realizada por profissional experiente e habilitado neste tipo de procedimento.