Tenho varizes, e agora?

Tenho varizes, e agora?

Ok, ok…, vamos analisar por etapas…

Em primeiro lugar, que tipo de varizes você tem?

São Microvarizes (Telangiectasias); varizes de pequeno, médio ou grosso calibre?

Há comprometimento das veias safenas?

Se o seu caso for de Microvarizes,

Telangiectasias
Microvarizes

fique sabendo que elas têm somente uma implicação estética, embora em algumas raras ocasiões possam apresentar sangramentos.

O tratamento das Microvarizes é realizado pelas sessões de escleroterapias em consultório e também associadas à cirurgia de varizes quando esta for realizada. As escleroterapias podem ser realizadas por diversas técnicas, que vão desde as aplicações convencionais com diversos tipos de esclerosantes, as com espumas e as com luz pulsada e Laser.

Embora não sendo uma doença, o componente genético pessoal é fundamental para o seu aparecimento e por isso mesmo, nenhuma técnica de escleroterapia irá modifica-lo. É mais ou menos como pintar o cabelo…, você escolhe a cor que quiser, contudo, a sua cor geneticamente determinada irá estar presente no cabelo que nascer após a pintura, havendo necessidades de retoques da pintura toda vez que você estiver descontente com a cor que o cabelo apresentar.

O efeito de cada sessão de escleroterapia não é imediato, embora pareçam sumir na hora, o efeito final costuma levar até trinta dias para se estabelecer. Após este período havendo microvarizes que você não goste, uma nova sessão deverá ser agendada.

Ok?

E se for varizes?

Varizes peq calibre
Varizes pequeno calibre

Depende.

Se forem de pequeno calibre e estiverem incomodando do ponto de vista estético ou com dor localizada sobre elas, uma micro cirurgia sob anestesia local e sedação poderá ser uma ótima solução. Nesta situação a cirurgia é realizada sem pontos, quase sempre sob anestesia local e sedação, não exigindo qualquer tipo de repouso no pós operatório. O principal cuidado neste período será evitar o Sol enquanto os hematomas estiverem presentes. Este cuidado é necessário para não correr o risco de manchar a pele.

Em situações especiais a escleroterapia com espuma pode ser utilizada no tratamento de varizes de pequeno calibre, mas o risco de pigmentar a pele e de recidiva das varizes tratadas é bem maior.

Se as varizes não representarem nenhum tipo de incômodo, a paciente poderá optar por conviver com elas até sentir os primeiros sintomas.

As varizes de médio e grande calibre têm indicação de correção cirúrgica!

Varizes grosso calibre
Varizes grosso calibre

Aqui a situação é diferente, pois se trata de doença e como tal deverá ser tratada o quanto antes, a menos que haja algum tipo de contra indicação ao tratamento.

É importante entender que varizes mais calibrosas costumam ser a consequência do mau funcionamento de veias tipo safenas, perfurantes ou do sistema venoso profundo. Por isso o eco Doppler deverá fazer parte essencial dos exames pré operatórios, pois através dos seus achados será possível planejar qual a melhor estratégia cirúrgica utilizar para o caso. Havendo comprometimento de veias safenas ou perfurantes e havendo correlação destas com as varizes apresentadas pela paciente, será fundamental incluir no planejamento cirúrgico o tratamento das veias causadoras das varizes.

Quando houver necessidade de tratamento das safenas ou de veias perfurantes, a técnica de radiofrequência (que utiliza cateter guiado por ultrassom) estará indicada. Com esta técnica o tratamento das safenas e perfurantes doentes é realizado sem cortes (somente punção) e no dia seguinte o paciente costuma retornar às suas atividades normais do dia a dia.

Outro ponto que gostaria de chamar a atenção, é que os tratamentos clínicos disponíveis utilizando-se meias elásticas e medicamentos, são apenas paliativos, ou seja não eliminam a doença.

Então vem as perguntas…

…embora eu não goste da idéia de realizar uma cirurgia, como poderia eliminar minhas varizes sem realizar procedimento algum?

Em relação esta pergunta, a resposta é “não existe mágica, existe tratamento adequado para cada caso”. Portanto não se iluda e procure a ajuda de um bom profissional especialista em cirurgia vascular para analisar o seu caso e propor o melhor tratamento para você.

…se as varizes são uma doença progressiva como estarei no futuro se não tratar?

Quando encontramos aquelas pessoas com a parte interna perna manchada de preto, ou com eczema (coceira e descamação da pele) ou ainda com úlcera varicosa, estamos diante de casos de doença venosa crônica em estado avançado. Nestas situações é bom lembrar que provavelmente se as doenças tivessem sido debeladas nos seus estados iniciais as situações destas pessoas seriam completamente diferentes, assim como as suas qualidades de vida.

Para finalizar, gostaria de dizer que com as técnicas modernas que estão disponíveis atualmente, o tratamento das varizes apresenta ótimos resultados do ponto de vista estético, assim como – e mais importante – do ponto de vista de saúde. Não deixe que receios e medos afastem você de realizar este tratamento tão simples e com repercussões tão importantes para a sua qualidade de vida futura. Como já disse, procure a ajuda de um bom e qualificado profissional.

Não hesite em tirar suas dúvidas pelo e-mail: contato@abdofarret.com, ou conferindo outras postagens no blog ou ainda acessando meu canal no YouTube.

Obrigado pela sua leitura, espero ter ajudado.