Varizes Voltam?

Varizes Voltam?

É verdade que não adianta tratar, porque as varizes voltam?

Esta é uma das perguntas mais frequentes no consultório.

A resposta é: depende…

Parece vago, mas vamos por partes.

Em primeiro lugar é preciso diferenciar “Microvarizes” ou “Telangiectasias” de “Varizes”.

Recapitulando:

Microvarizes (Telangiectasias) são aquelas minúsculas veias da pele com menos de 1 mm de diâmetro, e Varizes são veias localizadas abaixo da pele, tortuosas e dilatadas – com mais de 3 mm de diâmetro -, e com alterações irreversíveis na sua função, que é a de retorno do sangue.

Entre os diâmetros de 1 a 3 mm estas veias são chamadas de “Varizes Reticulares” e têm comportamentos que são intermediários entre Microvarizes e Varizes.

Microvarizes ou Telangiectasias
Microvarizes ou Telangiectasias
Varizes reticulares
Varizes reticulares
Varizes
Varizes

 

 

 

 

 

 

 

Agora vamos às respostas:

As Microvarizes não são uma “doença” e sim uma “característica” daquela pessoa que as tem. Assim, o tratamento, na grande maioria dos casos, tem indicação puramente estética e o objetivo é eliminá-las secando-as.  Existem inúmeros métodos empregados e recebem o nome de escleroterapia. Contudo, nenhum deles mudará a tendência da pessoa em ter novas Microvarizes. Assim, as Microvarizes podem ser eliminadas, se a paciente fizer o tratamento completo, porém, a sua tendência pessoal não. Ok?

Veias reticulares, na grande maioria, necessitam de tratamento misto, ou seja escleroterapia auxiliada por retirada cirúrgica. As sequências nos procedimentos, se primeiro escleroterapia e depois cirurgia, ou vice-versa, ou se simultaneamente são habitualmente decididas caso a caso, e de comum acordo com a paciente. Novamente a mesma resposta; as veias reticulares podem ser eliminadas através do correto tratamento, porém a tendência da paciente não será eliminada. Certo?

E as Varizes?

Aqui as respostas são mais complexas e variadas.

Varizes são veias doentes e consequentemente causam sintomas e complicações. Sendo assim devem ser tratadas sempre!

O tratamento cirúrgico é o único capaz de eliminá-las e deve ser indicado para todo caso no qual não haja uma contra-indicação formal ao seu emprego (outra doença grave, idade muito avançada, circulação arterial comprometida, etc.).

O tratamento clínico está indicado para pacientes que recusam o cirúrgico, ou apresentam contra-indicações ao mesmo. O tratamento clínico fundamenta-se no uso de meias elásticas e medicamentos que auxiliam no combate aos sintomas, porém, não eliminam as varizes.

Realizada a cirurgia, o(a) paciente pode apresentar varizes novamente?

Sim, mas depende de algumas variáveis.

Estas variáveis podem ser técnicas, como a não eliminação de veias doentes na cirurgia, como Safenas e Perfurantes insuficientes, por razões diversas (escolha da paciente, do cirurgião, etc.). Veias que na ocasião da cirurgia estavam com funcionamento adequado podem ficar doentes (insuficientes) com o passar do tempo tornando-se fonte para novas varizes.

É importantíssimo lembrar o forte componente genético no surgimento de varizes. Este, muitas vezes agravado por gestações e outros componentes que sabidamente contribuem para o aparecimento de varizes, como obesidade, sedentarismo e envelhecimento. Todos estes fatores, obviamente, não serão mudados pela cirurgia de varizes. Assim, quanto mais fatores desencadeantes e agravantes o(a) paciente acumular, maiores serão as chances de novas varizes surgirem!

Porém, duas perguntas o (a) portador (a) de varizes deve se fazer:

Sendo varizes uma doença que causa sintomas e complicações, como posso eliminar as que já tenho? Como prevenir as complicações futuras?

Resposta: com cirurgia!

Claro que muitas outras questões ainda faltam ser respondidas, como por exemplo:

Posso operar varizes quantas vezes?

As veias retiradas fazem falta?

Quais os exames mais indicados para avaliar o funcionamento de Safenas e Perfurantes?

E muitas outras dúvidas…, mas isto é motivo para outros posts que publicarei em breve.

Espero ter contribuído no esclarecimento das principais dúvidas sobre se as varizes voltam.

Até a próxima postagem!

Dr. Abdo Farret Neto

tratamento-300x300