O que são Veias Perfurantes?

Em algumas ocasiões o laudo do Eco Doppler faz referência a veias perfurantes. Mas afinal, o que são veias perfurantes?

Nos membros inferiores – e também nos superiores – as veias são responsáveis pelo retorno do sangue ao coração e estão divididas em três sistemas.

Veias das pernas. Fonte, Atlas Dr. Renan Uflacker.
  • O sistema Superficial – é o menos importante pois é responsável por somente 10% do retorno venoso. Contudo, este sistema é o mais conhecido, pois fazem parte dele as Safenas e também as varizes ocorrem predominantemente nele.
  • O Sistema Profundo – é o mais importante pois transporta cerca de 90% do fluxo sanguíneo dos membros. As veias Femorais, Poplítea e Tibiais fazem parte deste sistema. As veias Safenas (do Sistema Superficial) transportam o sangue para o Sistema Profundo ao se conectarem no oco poplíteo (Safena Parva) ou na virilha (Safena Magna).
  • Sistema Perfurante – é composto por veias curtas e com localizações  transversais que conectam o Sistema Superficial ao Profundo trazendo sangue do Superficial para o Profundo. A razão da existência deste sistema é porque o Sistema Profundo é maior e mais eficiente no transporte do sangue venoso que o Superficial. Assim, o fluxo sanguíneo nas veias perfurantes é do Superficial para o Profundo.

Para que o sangue flua do Sistema Superficial para o Profundo há necessidade de válvulas nas veias Perfurantes para direcionar este fluxo.  (Obs.: as válvulas estão presentes em todas as veias dos membros e servem para direcionar o fluxo sanguíneo e segmentarem a pressão do sangue dentro das veias quando estamos em pé).

Quando as válvulas ficam doentes e perdem a função ocorre o refluxo ou insuficiência ou ainda a incompetência. Estes termos são sinônimos e servem para dizer que a(s) válvula(s) não estão direcionando o fluxo na direção correta e perderam a capacidade de impedir que o fluxo ocorra no sentido contrário (refluxo).

Para as veias Perfurantes levarem sangue do Sistema Superficial para o Profundo é necessário que outras veias do Sistema Superficial estejam conectadas a elas, caso contrário, elas não teriam sangue para transportar. Assim, quando as perfurantes ficam insuficientes, o fluxo sanguíneo fica invertido e, juntamente com a pressão venosa aumentada é transmitido às veias conectadas às Perfurantes. Ao longo do tempo, estas veias se transformarão em varizes (veias tortuosas e dilatadas) e a região começará a apresentar sinais de insuficiência venosa crônica como o eczema varicoso, que evoluirá para dermatite ocre e finalmente a úlcera varicosa se não tratada a tempo.

Em resumo, a simples presença de Veias Perfurantes detectadas ao exame não tem importância se elas forem suficientes ou competentes pois fazem parte da anatomia normal do nosso corpo. Contudo, se elas forem insuficientes ou com refluxo ou incompetentes, consulte o seu Angiologista ou Cirurgião Vascular, pois somente um especialista poderá avaliar se há necessidade de tratamento do achado ao exame.

O post ficou um pouco longo, mas espero ter conseguido explicar os pontos principais.